FANDOM


Gárgulas ( A Raça ) para Tormenta

Gárgulas.  História: As origens exatas da raça dos Gárgulas encontram-se até agora perdidas nas névoas do tempo nós não temos nenhum detalhe especifico a respeito de como surgiram exatamente além das lendas acerca desta raça contadas pelos seus Clãs. 

Nós sabemos que são completamente distintos da outra espécie de Gárgula , que nada mais era que construtos animados por magia feitos de pedra ou outros materiais por magos humanos ou de outras raças e usados como soldados ou espiões por estes,os Gárgulas verdadeiros são uma raça de seres vivos,com fisiologia similar as nossas a não ser por certos detalhes particulares como o fato de serem 3 vezes mais longevos que a media de tempo de vida normal dos seres humanos embora não “ imortais”,possuírem força resistência física e reflexos muito superiores aos dos humanos que os tornavam guerreiros e barbaros impressionantes embora não "imbativeis" pois o que nocautearia um Anão ou um Minotauro também com certeza nocautearia um Gárgula e como foi dito eles não são construtos magicos de pedra logo as mesmas armas que matariam um humano também matariam um Gárgula. 

Possuírem asas membranosas nictias como as de morcegos ou pterodactilos ( embora existam exceções com Gárgulas com asas de penas ) que no entanto só lhes possibilitam planar nas correntes de ar ascendentes,garras tão densas que podem cortar através de pedra,feições “ demoníacas” mas não propriamente “ assustadoras” pois certos Gárgulas conseguiam ser até bastante carismáticos e até mesmo atrativos exercendo e impressionando os humanos com um magnetismo animal tal qual ocorria com certos bárbaros , porem seria um erro considerá-los como “brutos incultos” pois existiam Gárgulas que poderiam surpreender em inteligência,perspicácia e cultura o maior dos Paladinos de Kalmyr,(alguns Gárgulas até mesmo podiam conjurar magia e ser Magos tão bons quanto os da Grande Academia Arcana). 

Que em fúria seus olhos se incandescem com um brilho sobrenatural ( branco nos machos e vermelho nas fêmeas ) que eles são ovíparos e se reproduziam através de ovos que levavam cerca de 10 anos para chocarem,sendo que quando os filhotes nasciam eles eram considerados como filhos de todo clã não importando quem eram seus pais e mães legítimos embora os filhotes nascidos em uma mesma ninhada eram conhecidos como “irmãos de ninhada” e esperava-se que fossem unidos. 

Que tinham um total desapego por nomes sendo que cada individuo atendia e respondia normalmente quando chamado de “você” , “ele” ou “nós” não vendo necessidade nenhuma em precisar adotar um nome próprio nem entendendo a necessidade humana de ter que dar nomes as coisas pois quando um Gárgula adotava um nome geralmente era em uma circunstancia muito especial,em consideração a alguém que considera-se um amigo muito próximo ou como decorrência de um grande feito ou evento ou em referência a um personagem mitológico notável.Nomes como Golias,Demona,Angella ou Gabriel eram exemplos ( mas não “necessariamente” os Gárgulas também não viam problema nem vergonha nenhuma em adotar nomes “não tão sérios” como nomes de lugares ou personagens folclóricos infantis e mesmo de objetos,rios montanhas cidades etc). 

Os Gárgulas eram divididos em duas espécies os Gárgulas Humanoides ( "Humanoides" é um termo generico usado para designar os Gárgulas de corpos de configuração igual a nossa pois as formas dos Gárgulas são tão variadas quanto os locais que habitam...um Gárgula pode tanto parecer-se com criaturas de "feições bestiais" quanto com criaturas iguais a Leões,Únicornios,Grifos,Coatls e quaisquer outros Animais Antropomorficos) propriamente ditos e os “Gárgulas Feras” que eram para eles como os “Animais Familiares” eram para os Druidas de Allihannah e estavam ligados aos 4 elementos (Água,Ar,Fogo e Terra ). 

Os Clãs de Gárgulas sempre eram comandados por um Líder que pode ser tanto do sexo masculino quanto do feminino e por um segundo em comando escolhido por sua habilidade em liderança que sucede o Líder e que na sua ausência toma as decisões referentes ao bem estar do Clã. 

E acima de tudo possuíam o misterioso “Sono de Pedra” um processo biológico único completamente desconhecido entre os demais seres vivos onde eles se convertem em estatuas de pedra ao nascer do Sol e neste estado ficam completamente imóveis até a chegada da noite quando voltam a ser de carne e sangue e despertam e uma vez neste estado eles podem curar-se completamente da maioria dos ferimentos que sofreram (mas não “todos” se um Gárgula perder um membro do corpo,sofrer de uma doença incurável ou for mortalmente ferido o sono de pedra não será o bastante para salvar-lhe a vida). 

Além de restaurar por completo todo seu vigor e potência física através da absorção de energia solar enquanto se encontram no estado de estatuas,pois segundo verificou-se para sustentar a força media normal de um Gárgula,permitir-lhe cravar suas garras através de pedra, e permitir-lhe ainda planar nos céus eles precisariam consumir proteínas equivalentes a 5 reses de gado por individuo algo que nunca necessitaram fazer felizmente , de qualquer modo os Gárgulas não são nenhuma abominação mágica nem monstro ou criatura artificial . 

Segundo as lendas cuidadosamente guardadas e passadas de geração para geração nos Clãs de Gárgulas esta raça teria nascido de um pacto selado entre a Deusa das Trevas Tenebra e Tauron o Deus da Força e Coragem.Tenebra lhes daria o toque da vida os dons da noite e o sono de pedra enquanto que Tauron lhes daria sua força,coragem e habilidades inigualaveis de Guerreiros Inconquistaveis.Os Gárgulas teriam sido a primeira e maior criação de Tenebra nascida deste pacto com Tauron concebidos antes mesmo dos Anões pelas mãos da Deusa das Trevas e do Deus da Força e Coragem dos Minotauros sendo que pela vontade de Tenebra os Gárgulas receberam a habilidade magica do Sono de Pedra para que eles pudessem permanecer vigilantes nos penhascos de pedra durante o Dia sem no entanto serem tocados realmente pelos raios dourados do seu rival Azgher e vigiarem sua obra acordando todas as noites ao nascer da Lua e das Estrelas enquanto de Tauron os Gárgulas receberam força incomparavel,sua forte ligação com as pedras e rochas para que suas vontades fossem firmes e impossiveis de desviar,além de suas habilidades inigualaveis como Guerreiros e Bárbaros.Os Gárgulas teriam sido os Tenentes do Exercito da Deusa das Trevas que comandavam as tropas lideradas pelos Coatl Noite e serviram a deusa fielmente e como recompensa Tenebra teria lhes dado a liberdade desejando apenas que fossem felizes e que jamais deixassem de crer nela e desde então os Gárgulas permaneceram em Arton muito depois disso sendo que segundo conta-se eles já se encontravam em Arton repousando sobre os penhascos de pedra como estatuas antes de Glórienn mandar os Elfos pelo Mar em seus barcos e antes de Valkaria ter concebido o primeiro humano sendo que quando indagados os Gárgulas dizem simplesmente que são "Uma das Três Raças Primogenitas: Gárgulas,Humanos e Os Filhos de Glórienn" (eles parecem ter certa adversão pela palavra "Elfo" prefirindo referiren-se a estes como "A Terceira Raça")algo que é veementemente contextado pelos Clerigos de ambas as raças que questionam "como" a primeira das raças de Arton poderia ter vindo de um pacto entre Tenebra e Tauron ao que os Gárgulas simplesmente sorriem e dizem:"E no entanto eis que estamos aqui!".Um erro frequente dos Clerigos e Paladinos é pensar que por serem criações de Tenebra os Gárgulas são automaticamente "iguais" as suas outras crias como Zumbis,Vampiros,Licantropos,Mortos-Vivos e Lichs o que se mostra como sendo um grande erro.Os Gárgulas mesmo se declarando filhos da união entre Tenebra e Tauron sempre se mostraram como criaturas nobres,honradas,corajosas e dignas não devendo nada em honrades aos maiores campeões do reinado o que segundo eles é a prova cabal que mesmo a Deusa da Noite e o Deus da Força e Dominação dos Fracos pelos Fortes podem criar coisas boas.Os Clerigos e Paladinos muitas vezes duvidam dessa afirmação o que não significa de maneira nenhuma que os Gárgulas tenham Tendência Maligna embora é obvio que HAJAM CASOS de Gárgulas Malignos.Os Gárgulas também podem adorar as seguintes Divindades:Kalmyr,Thyatis,Lin-Wu,Keenn,Tauron(considerado como o Pai criador da raça assim como Tenebra seria a mãe),Allihannah e Megalokk 

Gárgulas possuem uma firme ligação com à terra e as rochas o que pode explicar sua grande longevidade, e que afeta fortemente seus sonos de pedra. Pelo alvorecer da história gravada da humanidade, os Gárgulas tinham se espalhado por todo o mundo,tanto quanto os humanos e outras raças e seus clãs podiam ser encontrados pelo mundo inteiro. 

Este período de prosperidade veio a ter um fim, entretanto, quando os seres humanos aprenderam como trabalhar o metal, particular com o alvorecer da idade de ferro. Os seres humanos tinham temido por muito tempo os gárgulas , acreditando que se tratavam de algum tipo de monstro demoníaco por causa de sua aparência assustadora e a sua natureza noturna, mas tinham sido até aqui nenhuma ameaça a eles; na noite, os gárgulas eram demasiado formidáveis adversários para serem desafiados com segurança, sendo por natureza muito mais fortes do que seres humanos e se livravam, de suas armas cruas e primitivas da Idade da Pedra com facilidade já que estas não eram nenhum perigo a um gárgula em seu sono de pedra. 

Mas quando os seres humanos se armaram com as armas do ferro, poderiam confrontar-se com os gárgulas valendo-se da sua superioridade numérica ou então atacando-os durante o dia em seu sono destruindo-os. Muitos clãs foram destruídos desta maneira, e o restante foi forçado a recuar para longe da sociedade humana, nas regiões selvagens onde era seguro. 

Mas não todos os seres humanos trataram gárgulas desta maneira. Alguns seres humanos perceberam que os gárgulas , por causa de suas habilidades impressionantes de luta, tornavam-nos aliados excelentes em defender seus repousos das tribos humanas rivais. 

Estes seres humanos procuraram clãs do gárgulas e obtiveram a permissão deles construírem repousos fortificados para si sobre os penhascos onde os gárgulas mantinham seus viveiros. 

Durante o dia, os seres humanos em tal fortaleza prestariam defesa para os gárgulas em seu sono, e protegeriam-nos do dano, quando na noite, os gárgulas protegeriam o humanos repousando dos atacantes. E por um quanto, esta estratégia funcionou. 

Em muitos clãs e sociedades humanas os gárgulas passaram a ser vistos como um tipo de irmão mais velho maior mais sábio e mais forte que protegia-nos do toque do mal e as figuras dos gárgulas passaram a ser associadas com a de guardiões e protetores . 

Mas não durou por muito tempo. Conforme o tempo avançou, os mesmos seres humanos que tinham dado forma inicialmente a estas alianças vieram a temer seus protetores gárgulas , considerando os criaturas não naturais e bestas selvagens traiçoeiras. As tensões cresceram entre as duas raças, e geralmente, terminaram com os seres humanos se voltando e traindo seus protetores anteriores e os destruindo. 

Os números de gárgulas a cada geração decresceram firmemente menos. A Era dos Gárgulas estava no fim. Apesar disto, os seres humanos recordaram vagamente que os gárgulas eram protetores, e embora não fizesse nada mudar suas opiniões sobre gárgulas vivos, ainda colocavam gárgulas -como esculturas sobre seus castelos e templos, acreditando que protegeriam estes lugares dos demônios e dos espírito maus. 

Contudo por uma serie de fatores construídos através do tempo permitiram de alguma forma que o legado verdadeiro dos gárgulas permanece-se os Gárgulas verdadeiros ainda existem até hoje e parecem continuar a honrar firmemente seu papel de guardiões e protetores nos defendendo como Anjos da Noite e eu diria que deveriamos ser eternamente gratos aos Deuses por isso... 

"Dos Diarios de Alex Logan Mago Elemental após traduzir o tomo mistico Grimoirum Arcanorum" 

Gárgula 

- Humanóide Monstruoso 

- Tamanho Médio


- Deslocamento:  * Terrestre: 12 metros  * Vôo: 24 metros  * Escalada: 12 metros. 

- PVs 32 + Modificador de Constituição. 

- BBA +4 

- Teste Base de Resistência: +1 Fortitude, +5 Reflexos e +5 Vontade. 

- Perícias  * Pontos de Perícia: (2+modificador de inteligência) X 7.  * Perícias raciais: Escalar, Natação, Observar, Ouvir, Procurar e Sobrevivência.  * Um Gárgula recebe um bônus racial de +4 em Observar, Ouvir e Procurar em razão de seus sentidos apurados. Igualmente, recebe um bônus racial de +4 nos testes de Escalar. 

- Talentos: dois talentos (1º DV e 3º DV).  * Gárgulas recebem como talentos adicionais Agarrar Aprimorado, Ataque Desarmado Aprimorado, Ataques Múltiplos, Corrida, Encontrão Aprimorado (triplo em derrubar) e Tolerância. 

- Habilidades:  * Força +8  * Destreza +4  * Constituição +4  * Inteligência -2  * Sabedoria +2  * Carisma -2 

-- Qualidades Especiais: 

- Armas Naturais:  * Garras: 1d4 + 1/2 modificador de Força (dano cortante);  * Cauda: 1d6 + 1.5 modificador de Força (dano concussivo);  * Pancada: 1d8 + modificador de Força (dano concussivo). 

- Redução de Dano 5/adamante

- Habilidades Especiais: 

*Visão no Escuro (Ext): 36 metros. 

* Planar (Ext): Um Gárgula pode planar com uma velocidade igual a duas vezes o seu deslocamento. A distância a ser percorrida com isso, sem perder altitude, é igual a até 10 vezes o deslocamento do Gárgula. Um Gárgula é incapaz de ganhar altitude a não ser que encontre uma corrente de ar quente (quando será capaz de fazê-lo, enquanto permanecer sobrevoando a referida corrente). Em termos de regras, a capacidade de manobra de um gárgula é Média. Um Gárgula precisa de um espaço igual a duas vezes a sua altura para ser capaz de abrir as asas. Também consegue não receber danos por quedas, desde que tenha um espaço igual a sua altura para abrir as asas e usá-las como um pára-quedas. 

* Sono de Pedra (Ext): A característica mais fantásitica dos Gárgulas: ao ser atingido pelos primeiros raios de sol da manhã, o Gárgula se tranforma em pedra maciça. ele adquire a Dureza de Rocha e mantém os seus pontos de vida. A transformação só é revertida quando ele é atingido pelo primeiro raio de sol do crepúsculo. Toda vez que um Gárgula passa por tal processo, ele recupera todos os seus pontos de vida e ferimentos. Porém, tal habilidade é incapaz de recuperar membros perdidos ou funções (como a visão) permanentemente comprometidas. 

* Golpes de Rocha (Ext): Os ataques de um Gárgula, a despeito de sua descomunal força, são devastadores. Sempre que um gárgula ataca um objeto, ele desconsidera 20 pontos da dureza deste. 

* Aderência (Ext): Um Gárgula é capaz de se deslocar por superfícies verticais (e mesmo por tetos) com a mesma facilidade que uma aranha. Em razão disso, eles possuem deslocamento de escalada e sempre podem escolher 10 em testes de Escalar. 

- Ajuste de Nível +4. 

- Tendência:Geralmente Neutro e Bom tendendo para a Ordem

Gargulas A Raca